Tamanho do texto

O primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, prometeu ontem, por meio do discurso da rainha Elizabeth II, reduzir o déficit e impedir os excessivos riscos dos banqueiros, em seu último programa de governo antes das eleições gerais de 2010. Com toda a pompa que marca a tradição, a rainha foi ao Palácio de Westminster para ler na Câmara dos Lordes mais de dez projetos de lei.

Os pontos mais importantes para os próximos meses são a promessa de cortar o déficit público e medidas destinadas a impedir que os banqueiros assumam riscos excessivos. A dívida do Reino Unido é, atualmente, de 907 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.