Roma, 10 out (EFE).- A comissão nacional que controla a bolsa da Itália (Consob) proibiu hoje vendas a descoberto de todas as ações cotadas na Bolsa de Milão até o próximo dia 31 de outubro.

Em nota, a Consob, que já tinha aplicado medidas para impedir a venda das bancárias e das seguradoras, anunciou que estendia esta proibição a todas as ações desde as 11h (Brasília) de hoje até 31 de outubro.

A Consob pediu, além disso, aos operadores de mercado que "adotem todas as medidas e cautela necessárias para que apliquem as restrições impostas".

As vendas a descoberto consistem em quando um investidor aluga uma ação para vendê-la e comprá-la, lucrando com a diferença, para então devolvê-la ao proprietário.

A proibição foi adotada quando às 9h (Brasília), devido às fortes quedas registradas durante o dia todo em Milão, o índice S&P/MIB caiu 8,88% e o Mibtel, 8,02%. EFE ccg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.