SÃO PAULO - A reforma do sistema financeiro, a situação da economia internacional e os problemas da Grécia devem ficar no foco de ministros das Finanças e dirigentes de bancos centrais no reunião do G-20, que ocorre em Washington. A questão da Grécia pode ganhar ainda mais relevância depois de o primeiro-ministro do país, George Papandreou, solicitar nesta sexta-feira a ativação do mecanismo de ajuda financeira elaborado por líderes europeus e o Fundo. O diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, disse que um dos objetivos dos encontros será avaliar formas para sustentar a recuperação mundial da crise financeira.

SÃO PAULO - A reforma do sistema financeiro, a situação da economia internacional e os problemas da Grécia devem ficar no foco de ministros das Finanças e dirigentes de bancos centrais no reunião do G-20, que ocorre em Washington. A questão da Grécia pode ganhar ainda mais relevância depois de o primeiro-ministro do país, George Papandreou, solicitar nesta sexta-feira a ativação do mecanismo de ajuda financeira elaborado por líderes europeus e o Fundo. O diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn, disse que um dos objetivos dos encontros será avaliar formas para sustentar a recuperação mundial da crise financeira. (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.