Londres, 17 dez (EFE).- A histórica rede britânica de comércio no varejo Woolworths fechará suas portas em 5 de janeiro por falta de comprador, deixando quase 30 mil demitidos, confirmaram hoje os administradores.

O escritório Deloitte, encarregado da recuperação de empresas falidas, afirmou que as 807 lojas do grupo fecharão de forma escalonada entre 27 de dezembro e 5 de janeiro do próximo ano.

O fechamento da rede, que se declarou em moratória em novembro e está agora fazendo liquidação, afetará quase 30 mil funcionários, entre permanentes e temporários, disseram os administradores.

Deloitte confirmou que recebeu propostas de outras empresas do setor para comprar 300 estabelecimentos do grupo.

Fundada em Liverpool em 1909, a Woolworths é uma rede comercial com muita tradição no Reino Unido.

Entre outras coisas, vende produtos para a casa, eletrônicos e roupas infantis a baixos preços. EFE jm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.