Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Recursos do FMI para novos financiamentos chegam a US$ 200 bilhões

SÃO PAULO - Após ficar um bom tempo sem que nenhum país precisasse de sua ajuda, o Fundo Monetário Nacional (FMI) já abriu seus cofres hoje para a Islândia, que receberá um aporte de US$ 2 bilhões, e avisa que tem US$ 200 bilhões disponíveis para emprestar a outros países. O FMI também está em negociações adiantadas para conceder crédito ao Paquistão. O organismo está discutindo com as autoridades locais os meios para reequilibrar a economia do país, prejudicada pela alta nos preços de alimentos e combustível e, agora, pela crise financeira mundial.

Valor Online |

Os governos da Ucrânia e Hungria também mantêm negociações para obter empréstimo, afirmou em nota o FMI. A lista pode crescer nos próximos dias, já que o organismo admite que está em conversação com outros países sobre possíveis empréstimos. O FMI também tem aconselhado governantes de países emergentes e economias em desenvolvimento sobre como proceder frente à atual fase de turbulências.

O FMI afirma que está pronto para enviar recursos rapidamente fazendo usos de seus mecanismos de financiamento de emergência. O montante para o empréstimo pode ser liberado num intervalo de 48 a 72 horas. Se for necessário, o FMI pode recorrer aos países membros para aumentar o montante disponível para empréstimos de socorro, lembra a instituição.

Entre as preocupações da entidade para se tornar mais eficiente diante da crise, que é considerada a pior desde 1930, está a discussão sobre o elevado nível de condições impostas pelo FMI aos países tomadores de empréstimo. Diante disso, o organismo anunciou que pretende reduzir o número de exigências e torná-las mais específicas.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG