Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Recuperação americana vai ser lenta, mas acontecerá, diz Fed

A economia americana vai se recuperar, porém lentamente, advertiu nesta quarta-feira o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke.

Redação com agências |

Acordo Ortográfico

Entretanto, afirmou estar convencido de que a economia do país sairá fortalecida da crise.

Em discurso no Clube de Economia de Nova York, o presidente do Fed disse ainda que "os problemas na economia e nos mercados são grandes e complexos".

"Mas a meu ver, nosso governo conta agora com as ferramentas necessárias para enfrentá-los e resolvê-los", declarou.

Ele manifestou acreditar que agora se dispõem de todas as ferramentas necessárias para responder com a força necessária aos problemas no mercado e na economia, com a ressalva de que o caminho à frente não deverá ser fácil.

"A crise tem aspectos novos originados da globalização dos mercados e os rápidos movimentos de moeda e de informação, mas a situação atual guarda muita semelhança com experiências do passado", acrescentou Bernanke.

Na avaliação do titular do Fed, a crise atual só terminará quando ações abrangentes promovidas por líderes financeiros e políticos restaurarem a confiança, trazendo os investidores de volta ao mercado e permitindo a reativação do crédito às pessoas físicas e jurídicas.

Bernanke recordou as iniciativas do banco central dos Estados Unidos e do Tesouro para garantir liquidez no sistema bancário do país, como o pacote aprovado recentemente pelo Congresso, que contempla a compra de ativos com problemas de bancos e de outras instituições financeiras.

"Gostaria de frisar uma vez mais que os interesses dos contribuintes estão sempre em nossas mentes, assim como os do Congresso, quando esses programas são elaborados", afirmou.

Com informações da AFP, Valor Online

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião



Leia tudo sobre: fed

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG