Os Estados Unidos entraram em recessão, estimou nesta terça-feira a presidente do Federal Reserve de San Francisco, Janet Yellen, anunciando nenhum crescimento no terceiro trimestre e uma contração no quarto trimestre de 2008.

"Os dados econômicos recentes sugerem que a economia está mais fraca que o previsto para o terceiro trimestre, sinal provável de que essencialmente não houve crescimento algum", disse Janet Yellen, presidente do Fed de San Francisco, Califórnia. "O crescimento para o quarto trimestre será ainda mais fraco, muito provavelmente com contração.

"Definitivamente, a economia dos Estados Unidos parece estar em recessão".

Segundo Janet Yellen, que não se pronunciou sobre a duração deste período de recessão, a queda do valor das matérias-primas vai estabilizar os preços, com possibilidade de deflação.

"Os preços das matérias-primas, inclusive os do petróleo, vão cair. Penso que esta evolução, combinada ao enfraquecimento do mercado de trabalho e do consumo, colocará a inflação em uma taxa adequada à estabilidade de preços...".

Janet Yellen assinalou que a situação está longe de ter a mesma gravidade da Grande Depressão dos anos 30, devido tanto à maior capacidade de resistência da economia quanto às lições aprendidas.

"Agora sabemos a importância de se agir rapidamente diante de uma crise financeira", destacou Yellen.

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional previu uma contração da atividade nos três últimos meses de 2008 e no primeiro trimestre do ano seguinte, com o retorno à normalidade apenas em 2010.

O Wall Street Journal entrevistou 52 economistas que estimam que a economia americana já entrou em recessão, no terceiro trimestre, o que deve permanecer no quarto trimestre de 2008 e nos primeiros três meses de 2009.

chr/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.