Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Receita recolhe 127 toneladas de importados em Santos

A Receita Federal apreendeu 127,6 toneladas de mercadorias importadas ilegalmente durante a terceira etapa da operação Olhos Abertos realizada nos últimos 30 dias na Alfândega do Porto de Santos.

Agência Estado |

Avaliada em R$ 15 milhões, a maior parte da carga era de óculos de sol falsificados: 911 mil pares que imitavam marcas como Ray Ban, Dior, Dolce & Gabanna, Oakley, Nike, Channel, Giorgio Armani, Prada, Louis Vuitton, Gucci e Versace.

A mercadoria pertencia a 12 empresas, sendo nove de São Paulo e três de outros Estados. Segundo a Receita, 21 pessoas estão envolvidas nas fraudes e 90% das cargas vieram da China.

Além dos produtos piratas, muitas mercadorias foram apreendidas por causa de "interposição fraudulenta" e "falsa declaração de conteúdo", ou seja, com a documentação aduaneira diferente da carga, seja no valor, na classificação ou na descrição das mercadorias.

Entre esses produtos, a Divisão de Vigilância e Controle Aduaneiro detectou 4,9 mil cartões de memória, 450 aparelhos de "Playstation 3", 1,8 mil aparelhos MP3 e MP4 da Sony, 800 controles "joystick" para PS3 da Sony, 14 mil jogos eletrônicos para PS2, 130 mil bermudas, 70 mil bonés, 66 mil relógios e pulseiras e baterias, 18 mil bolsas e carteiras imitando modelo da Louis Vuitton, 99 mil peças de vestuário e 2 mil quilos de etiquetas de marcas famosas.

Em suas três etapas, a operação "Olhos Abertos" já apreendeu quase R$ 45 milhões em mercadorias no Porto de Santos. A primeira fase antecedeu o Dia dos Pais, a segunda, o Dia das Crianças e a terceira, o Natal.

Segundo o Inspetor-Chefe da Alfândega, José Guilherme Antunes de Vasconcelos, as ações da Receita em Santos ultrapassam R$ 310 milhões em apreensões e lançamentos de créditos tributários esse ano, com mais de mil pessoas identificadas pela prática de algum ilícito aduaneiro.

Leia mais sobre pirataria

Leia tudo sobre: pirataria

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG