A secretária da Receita Federal, Lina Maria Vieira, afirmou hoje que a queda na arrecadação não preocupa. Numa rápida entrevista depois de participar da cerimônia da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara em homenagem ao deputado Mussa Demes, que morreu neste ano, a secretária previu que a arrecadação continuará crescendo, embora em ritmo menor.

Ela destacou que no acumulado do ano, de janeiro a novembro, as receitas administradas pela Receita Federal acumulam crescimento de 8,16%. Questionada se a queda na arrecadação iria levar a um aperto na fiscalização por setores, a secretária descartou medidas nessa direção. "Setor nenhum", disse ela. "Estamos acompanhando a economia e dando todos os necessários apoiamentos que os setores estão precisando", disse.

A secretária destacou que no e-mail enviado aos superintendentes pediu um monitoramento das grandes empresas e explicou que não se trata de fiscalização. Ela ressaltou que esse acompanhamento é um processo corriqueiro, que já acontece desde 2005. "Estamos acompanhando como já vínhamos fazendo desde 2005", afirmou.

Lina também participou de reunião fechada com os parlamentares da Comissão de Finanças e Tributação para apresentar os dados da arrecadação até novembro. Essa é uma rotina que a Receita tem que fazer todos os meses. Depois, a secretária seguiu para a cerimônia de homenagem ao deputado Mussa Demes. O plenário da comissão recebeu o nome de Mussa Demes, que foi um deputado que teve seis mandatos e ganhou destaque como relator da reforma tributária.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.