Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Receita cambial com café sobe 19,2% e volume cai 2%, divulga Cecafé

São Paulo, 06 - Levantamento do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) divulgado hoje aponta que a receita cambial com exportação de café (verde e solúvel) no acumulado dos primeiros nove meses deste ano cresceu 19,2%, em relação ao mesmo período do ano passado. O faturamento é de US$ 3,260 bilhões, ante US$ 2,734 bilhões no mesmo período de 2007.

Agência Estado |

O volume da exportação brasileira de café totalizou 19,994 milhões de sacas de 60 quilos nos nove primeiros meses, com redução de 2% em relação ao mesmo período de 2007 (20,406 milhões de sacas).

Desse total, o volume de café verde exportado pelo Brasil no período caiu 2,3% ante janeiro a setembro de 2007. Foram embarcadas 17,528 milhões de sacas, em comparação com 17,947 milhões de sacas no ano passado. Do total de grão verde exportado no período, o embarque de arábica teve queda de 6,2% em volume, de 16,962 milhões de sacas para 15,916 milhões de sacas. Já o volume de café conillon teve expressivo crescimento de 63,6% no período, de 985.243 sacas para 1,611 milhão de sacas.

Quanto ao desempenho das exportações de café solúvel, o levantamento do Cecafé mostra pequena elevação de 0,3% no período, em volume. Foram embarcadas 2,466 milhões de sacas em equivalente de café solúvel, em comparação com 2,459 milhões de sacas nos primeiros nove meses do ano passado.

Café Verde

O volume de café verde exportado em setembro apresentou forte elevação de 35,9%, em relação ao mesmo mês de 2007. Foram embarcadas 2,654 milhões de sacas de 60 quilos, ante 1,953 milhão de sacas em setembro de 2007, conforme o levantamento do Cecafé. Considerando o volume solúvel embarcado, o total de café exportado pelo Brasil em setembro alcança 2,915 milhões de sacas, representando aumento de 29,8% ante mesmo mês de 2007 (2,245 milhões de sacas).

O Cecafé informou também que a receita cambial com o produto teve elevação de 58,6% no mês passado em relação ao mesmo mês de 2007. Os exportadores faturaram US$ 485,223 milhões, em comparação com US$ 305,933 milhões em agosto do ano passado.

Normalização da Comercialização

Conforme o diretor geral do CeCafé, Guilherme Braga, "os volumes exportados em setembro foram bons, refletindo a normalização dos fluxos de comercialização da safra que neste ano tiveram atrasos em razão das floradas tardias. As projeções anteriores de exportação, de 27 milhões de sacas no ano/calendário 2008, permanecem sem alterações".

O volume exportado em equivalente de café solúvel em setembro foi de 261.197 sacas, representando queda de 10,7%, em comparação com o mesmo mês de 2007 (292.342 sacas).

Destinos

Os principais compradores de café do Brasil nos primeiros nove meses deste ano são Alemanha, com 3.280.316 sacas de 60 quilos; Estados Unidos, com 3.093.296 sacas; Itália, com 1.915.488 sacas; e Bélgica, com 1.569.376 sacas de café. O volume de café adquirido pela Bélgica este ano é 86% maior do que o volume do produto comprado em 2007 no mesmo período.

O Porto de Santos foi o que registrou em setembro o maior volume de café embarcado: 1.650.748 sacas, seguido por Rio de Janeiro/Sepetiba, com 601.121 sacas, e Vitória, com 352.863 sacas embarcadas.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG