A Receita Federal do Brasil apreendeu hoje, na Alfândega do Porto do Rio de Janeiro, cerca de 40 toneladas de mercadorias, avaliadas em R$ 2,1 milhões, por falsa declaração de conteúdo. As jaquetas de origem chinesa, procedentes do Uruguai, acondicionadas em três contêineres, foram declaradas como trapos no conhecimento de transporte (BL) e no sistema informatizado Siscomex carga.

Além disso, as peças estavam etiquetadas por uma empresa importadora de nome diferente da consignatária, e que já havia sido declarada inapta pela Receita Federal.

O acompanhamento dos contêineres foi feito a partir de uma troca de informações entre as Aduanas do Brasil e do Uruguai. As informações obtidas pelos servidores da Receita do Rio Grande do Sul foram objeto de um alerta para diversas unidades aduaneiras no restante do território nacional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.