A Casa Branca anunciou nesta terça-feira que continua examinando todas as opções para tirar a indústria automotiva do sufoco, mas advertiu que todas as partes deverão fazer concessões.

"Examinamos todas as opções", disse o presidente George W. Bush à rede CNN.

"Estamos tentamos resolver isso com rapidez", acrescentou, advertindo que isso não significa que seu governo esteja disposto a "esbanjar" o dinheiro dos contribuintes.

"É necessário que se convertam em empresas viáveis e competitivas no futuro e, para isso, as partes interessadas devem fazer concessões", disse a porta-voz da Casa Branca, Dana Perino, referindo-se à direção das empresas e dos sindicatos.

Sobre o momento no qual o governo do presidente George W. Bush divulgará os planos para a indústria automotiva, Perino disse não ter conhecimento de um "anúncio iminente".

"Levaremos o tempo necessário, considerando todas as opções para fazer as coisas como se deve", afirmou.

Na semana passada, a Câmara de Representantes havia aprovado um plano de emergência para o setor, de 14 bilhões de dólares, mas enfrentou uma dura oposição dos senadores republicanos, que pediram que os salários pagos pelas empresas americanas sejam equiparados aos das montadoras estrangeiras em fábricas dos EUA sem sindicatos.

lal/sd/tt

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.