Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rebeldes nigerianos afirmam ter destruído oleoduto de Shell

O principal grupo armado do sul da Nigéria, região rica em petróleo, anunciou nesta terça-feira ter destruído um oleoduto da companhia anglo-holandesa Shell, no segundo ataque reivindicado desde que declarou uma guerra do petróleo.

AFP |

"Um importante oleoduto em Bakana Front, na área do governo local de Degema, pertencente à Shell Petroleum Development Company, foi destruído com potentes explosivos", afirma o Movimiento para a Emancipação do Delta do Níger (MEND), em um e-mail enviado à imprensa.

Na segunda-feira, os rebeldes do MEND anunciaram um ataque a uma estação de bombeamento da Shell na região de Alakiri (sul), a 10 km da costa do estado de Rivers, no delta do Níger.

Um porta-voz da Shell había confirmou este ataque. Um agente de segurança nigeriano morreu e quatro pessoas ficaram feridas.

O MEND anunciou domingo uma "guerra do petróleo", batizada de "Furacão Barbarosa", e ameaçou todos os petroleiros que se aproximarem do delta do Níger, região onde a Nigéria obtém 90% de suas divisas.

hv/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG