Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Realização de lucros se acentua e Bovespa perde 3,83%

SÃO PAULO - Com cerca de meia hora de pregão pela frente, os investidores seguem atuando na ponta vendedora da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), puxando uma perda de 3,83%, para o Ibovespa, que apontava 40.690 pontos há pouco.

Valor Online |

O giro financeiro era de R$ 2,49 bilhões.

Uma correção de preço era esperada pelos agentes de mercado depois que o Ibovespa acumulou valorização de 16% nas últimas seis sessões. Contribui para as vendas do dia o cenário externo negativo, onde investidores assimilam dados corporativos e indicadores econômicos pouco animadores. Em Wall Street, Dow Jones e Nasdaq se desvalorizavam 2,36% e 2,84%, respectivamente.

Dentro do Ibovespa, Petrobras PN caía 4,32%, para R$ 24,35. Vale PNA, que subiu mais de 20% em três dias, se desvalorizava 5%, a R$ 27,50. Com o quarto maior volume do dia, CSN ON perdia 5,02%, a R$ 34,75. Ainda entre as siderúrgicas, Usiminas PNA recuava 4,52%, a R$ 29,76.

Perda também entre os bancos. A ação PN do Itaú valia 4,67% menos, negociada a R$ 28,73. Bradesco PN caía 3,96%, a R$ 24,49, e as units do Unibanco cediam 4,61%, a R$ 16,12.

O destaque de alta segue com o ativo PNB da Aracruz, que ganhava 8,82%, a R$ 2,96, em meio a rumores de que a empresa teria fechado um acordo com bancos envolvendo um prejuízo de mais de US$ 2 bilhões em derivativos cambiais.

Ainda na ponta compradora, TIM Part ON tinha alta de 3,44%, para R$ 5,10, e Gol PN subia 2,54%, a R$ 11,69.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG