Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Real manterá trajetória de queda frente ao dólar, prevê Mantega

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira que o real tende a continuar se desvalorizando frente ao dólar por conta da diminuição do superávit comercial, do crescimento do déficit em transações correntes e da escassez de capitais no mercado internacional. O câmbio estável hoje, em 1,73 (reais por dólar), chegou a 1,56 recentemente. Eu acho que vai continuar nessa trajetória, disse o ministro durante cerimônia em Brasília. Então teremos mais um problema resolvido, o câmbio se resolverá sozinho.

Reuters |

O ministro destacou que o país não deve permitir que o déficit em transações correntes passe 'de certo nível', que ele não especificou. 'Isso é perigoso', disse Mantega.

Ele acrescentou que a desvalorização do real e as medidas de estímulo à exportação já adotadas pelo governo devem ser suficientes para conter o déficit em transações correntes.

O mercado espera que o déficit em transações correntes fique acima de 25 bilhões de dólares em 2008, após cinco anos de superávit.

O ministro defendeu ainda a moderação do crescimento do crédito para uma alta de 20 a 25 por cento.

Ele afirmou também que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro crescerá 5 por cento em 2010, após uma alta de 4,5 por cento em 2009.

(Reportagem de Isabel Versiani e Ana Nicolaci da Costa)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG