Tamanho do texto

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira que a tendência é que o real continue a se desvalorizar frente ao dólar por conta da diminuição do superávit comercial, do crescimento do déficit em transações correntes e da escassez de capitais no mercado internacional. O câmbio estável hoje, em 1,73, chegou a 1,56 recentemente. Eu acho que vai continuar nessa trajetória, disse o ministro durante cerimônia em Brasília. Então teremos mais um problema resolvido, o câmbio se resolverá sozinho.

O ministro defendeu ainda a moderação do crescimento do crédito para uma alta de 20 a 25 por cento.

Ele afirmou também que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro crescerá 5 por cento em 2010, após uma alta de 4,5 por cento em 2009.

(Reportagem de Isabel Versiani e Ana Nicolaci da Costa)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.