Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Reajuste do ferro deve sair só em meados de 2009, diz analista

RIO - O sistema de benchmark, usado para estabelecer os preços anuais do minério de ferro, não deverá ser substituído por um modelo flutuante no curto prazo, embora a crise financeira possa contribuir com algumas mudanças para o ambiente existente hoje. A opinião é de Roger Downey, analista do Credit Suisse, para quem as negociações entre mineradoras e siderúrgicas para o estabelecimento de novos preços deverão demorar a começar em 2009 e não devem ter conclusão antes do segundo trimestre.

Valor Online |

" A negociação vai demorar a começar, com fechamento apenas em meados do ano que vem e, até lá, ainda tem muita coisa para acontecer " , frisou Downey, que estima uma correção de preços entre queda de 5% e alta de 5%.

De acordo com ele, os pacotes lançados pelo governo chinês contra a crise econômica estimulam o consumo do aço e podem contribuir para a recuperação do mercado de minério de ferro. " Fazer uma previsão de reajuste de preços é difícil, mas acho que vamos ver mais volatilidade nos próximos anos, com pequenas altas ou reduções, como acontecia nos anos 80 e 90 " , afirmou. " Para 2009, existe até a chance de uma pequena alta, mas acho que hoje não há muitas apostas nessa visão " , acrescentou.

Downey disse que a crise internacional pode inclusive ajudar a fortalecer o benchmark, no qual mineradoras e siderúrgicas negociam diretamente e o primeiro reajuste obtido é seguido por todas as companhias. Segundo o analista, " muita coisa precisa ser resolvida para que um sistema flutuante seja adotado. "
Ele lembrou que alguns desses problemas talvez nunca sejam superados, como a dificuldade de se ter um padrão de qualidade para o minério de ferro, uma vez que cada mina tem um teor de ferro e de impurezas diferente. Downey ponderou que a crise talvez altere alguns detalhes da negociação adotada hoje e não descartou a adoção de uma métrica, baseada em índices de preços do minério. " Mas o preço vai continuar sendo determinado em termos de benchmark " , disse o analista, que participou da Americas Iron Ore Conference, no Rio.

(Rafael Rosas | Valor Online )

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG