Tamanho do texto

Santo Domingo, 4 mai (EFE).- O ministro do Trabalho da República Dominicana, José Ramón Fadul, advertiu hoje que o país pode sofrer uma escassez de combustíveis devido ao vazamento de petróleo no Golfo do México após a explosão e posterior afundamento de uma plataforma da empresa inglesa British Petroleum.

Santo Domingo, 4 mai (EFE).- O ministro do Trabalho da República Dominicana, José Ramón Fadul, advertiu hoje que o país pode sofrer uma escassez de combustíveis devido ao vazamento de petróleo no Golfo do México após a explosão e posterior afundamento de uma plataforma da empresa inglesa British Petroleum. Fadul qualificou a situação gerada pelo vazamento de cinco mil barris de petróleo que começou após o afundamento da plataforma petrolífera no dia 22 de abril como "perigosa". O ministro disse que o vazamento se transformou em um problema "complexo", em virtude da dificuldade em chegar que é ao lugar em que ocorreu. "Esperamos que a situação não prejudique diretamente os preços dos combustíveis e faremos todo o possível para garantir o abastecimento", afirmou Fadul. A multinacional British Petroleum trabalha no que considera uma "solução definitiva": a perfuração de um poço alternativo cujo objetivo é interceptar o poço onde aconteceu o vazamento, cerca de 3.965 metros abaixo do fundo do mar, e fechá-lo. A BP lembrou hoje que esses trabalhos, que começaram no domingo, podem se prolongar por até três meses, daí que se estudem alternativas a curto prazo que diminuam seu impacto ao meio ambiental. EFE rs/pb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.