Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Raúl Castro anuncia tempos difíceis para povo cubano

O presidente Raúl Castro advertiu nesta sexta-feira que o povo cubano enfrentará tempos difíceis com o inevitável impacto da crise econômica internacional sobre determinados produtos e serviços.

AFP |

"É inevitável que soframos um certo impacto em determinados produtos e serviços" destinados à população, disse Castro ao encerrar a primeira sessão do ano no Parlamento.

"Para importar o mesmo volume de alimentos que em 2007, este ano vamos gastar mais 1,1 bilhão de dólares", revelou o presidente, em referência à alta internacional dos preços, que afeta diretamente uma ilha cuja produção nacional é insuficiente.

Raúl Castro destacou que a resposta à exigência social de aumento dos salários "dependerá da situação econômica do país, inevitavelmente ligada à crise existente hoje no mundo, que pode, inclusive, se agravar".

"É meu dever expressar isto francamente, pois não seria ético criar falsas expectativas. Dizer o contrário seria enganá-los".

"Gostaria de ir mais rápido, mas é necessário atuar com realismo". Para atingir a meta do aumento salarial, será preciso "ordem, controle (...) eficiência, poupança e se evitar roubo e desvio de recursos".

Também "teremos de eliminar as gratuidades indevidas e o excesso de subsídios", além de aplicar "um adequado sistema de impostos e contribuições".

"Socialismo significa justiça social e igualdade, mas igualdade de direitos, de oportunidades, não de salários. Igualdade não é igualitarismo. Este, em última instância, é também uma forma de exploração.

cb/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG