Não brincaremos com a inflação , diz presidente - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Não brincaremos com a inflação, diz presidente

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou ontem que seu governo não permitirá que a taxa de inflação volte aos níveis da década de 80, quando chegou a 80% ao mês, nem brincará com esse tema. A inflação é minha preocupação desde que comecei a trabalhar, em 1959.

Agência Estado |

Sei o quanto a inflação prejudica, especialmente os mais pobres", afirmou. "Não brincaremos com a inflação", disse ele à imprensa, depois de participar da 35ª Reunião de Cúpula do Mercosul e de um encontro dos líderes da União Sul-americana de Nações (Unasul), em Tucumán, na Argentina.

O presidente disparou esse recado no dia seguinte à constatação da pesquisa da CNI-Ibope de que o apoio popular à política de combate à inflação caiu de 53%, em março passado, para 43%.

Divulgada anteontem, a pesquisa apontou, ainda, que 65% dos brasileiros acham que a inflação vai aumentar. Em março passado, 51% tinham a mesma opinião. Anteontem, em Itajubá (MG), o presidente havia indicado que a política para reverter o aumento dos preços aos consumidores seguirá seu rumo, na dose necessária. Mas completou que o cenário atual impôs ao País o desafio de elevar a sua produção agrícola.

Na ocasião, Lula ainda avaliou que o Brasil foi um dos países menos atingidos, até o momento, pelo processo inflacionário. Ele afirmou que a política do governo para a expansão da agricultura familiar poderá trazer resultados positivos sobre o comportamento dos preços dos alimentos.

"O que nós não vamos permitir, em hipótese alguma, é a volta da inflação porque ela corrói exatamente o poder aquisitivo das pessoas que ganham menos", afirmou em Itajubá.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG