Tamanho do texto

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, admitiu que o aumento dos depósitos compulsórios afeta a política monetária, mas negou que os compulsórios estejam sendo elevados no lugar das taxas de juro.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561548778&_c_=MiGComponente_C

"As taxas de juro são a medida mais importante e efetiva para a política monetária", afirmou Meirelles em evento na Câmara de Comércio Brasil-EUA em Nova York.

As informações são da Dow Jones.

Leia mais sobre: Banco Central

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.