Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Queda do petróleo segura recuo das ações em NY

Os principais índices de ações dos Estados Unidos seguem em baixa, mas acima das mínimas do dia, com ajuda do recuo dos preços do petróleo em direção aos US$ 120,00 por barril. A queda da matéria-prima (commodity) alivia as preocupações relacionadas com inflação, geradas pela divulgação do índice de preços de gastos com consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) de junho um dia antes do encontro de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA).

Agência Estado |

As ações do setor de energia e financeiro lideram as perdas do mercado. Na Bolsa Mercantil de Nova York, os contratos futuros de petróleo para setembro caíram US$ 3,69, ou 2,95%, e fecharam a US$ 121,41 por barril, com a diminuição dos temores relacionados aos possíveis danos à infra-estrutura de petróleo na região do Golfo do México pela tempestade tropical Edouard e declarações do candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, que invocou a liberação das reservas estratégicas como parte de sua política mais ampla de energia. No fim da tarde, as ações da ExxonMobil caíam 4,04% e as da Chevron recuavam 2,42%.

As ações do setor financeiro também seguem sob pressão de baixa, depois que o britânico HSBC anunciou US$ 10 bilhões em despesas com ajustes contábeis em empréstimos. Os papéis do Bank of America caíam 1,62% e os do JPMorgan recuavam 1,05%.

Às 16h40 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,21%, o Nasdaq recuava 0,82% e as do S&P-500 registravam uma queda de 0,76%. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: bolsa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG