Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Queda de produção de petróleo dificultará satisfação de demanda mundial

Londres, 29 out (EFE).- A redução na produção dos atuais campos petrolíferos dificultará a longo prazo a satisfação da demanda mundial, diz uma minuta do relatório anual da Agência Internacional de Energia (AIE) publicada hoje pelo jornal britânico Financial Times.

EFE |

Na minuta do relatório, cuja versão definitiva será publicada no próximo mês, a AIE afirma que, sem investimentos adicionais, a taxa anual de queda natural da produção será de 9,1%.

Desta forma, a redução da produção nos campos do Mar do Norte, da Rússia e do Alasca dificultará o enfrentamento da demanda a longo prazo.

O esforço para satisfazer a demanda mundial se agravará ainda mais por causa da redução dos preços do petróleo, o que atrasará alguns investimentos.

A AIE destaca que apenas para manter a produção atual o mundo necessitará aumentar "de forma significativa" os investimentos futuros.

Além disso, a Agência diz que o aumento da demanda de China, Índia e outros países emergentes requereria até 2030 investimentos por um valor anual de US$ 360 bilhões.

Inclusive com estes investimentos, a AIE prevê uma queda anual da produção de 6,4%.

Segundo os executivos do setor petrolífero, esta diminuição da produção não terá porque ser sentida nos próximos anos, mas suas conseqüências serão ampliadas pela previsível queda dos investimentos.

A Agência prevê que o consumo mundial de petróleo fique em 2030 em 106,4 milhões de barris por dia, em comparação aos 116,3 milhões previstos no ano passado.

Além disso, o jornal afirma que estas previsões poderiam diminuir ainda mais, pois a minuta foi redigida há um mês, antes de piorar a crise financeira global como conseqüência da quebra do Lehman Brothers.

Todo o aumento na demanda daqui até 2030 procederá dos países emergentes, por isto a participação dos Estados ricos no consumo global passará do 59% de 2007 para menos de um terço nesta data. EFE pdj/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG