Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Queda de commodities desanima índice de ações européias

PARIS, 18 de dezembo (Reuters) - O índice das principais ações européias fechou em ligeira baixa nesta quinta-feira, com a queda do preço das commodities atingindo papéis ligados a metais e ao setor de energia. Ações de bancos recuaram em meio a novos temores sobre a saúde do já abatido setor.

Reuters |

O índice FTSEurofirst teve desvalorização de 0,27 por cento, para 826 pontos.

O indicador acumula queda de 45 por cento no ano, mas registra alta de 10 por cento após ter atingido o nível mínimo em 21 de novembro.

Um rali nos papéis considerados defensivos, como de serviços e de telecomunicações, ajudou a limitar as perdas.

As ações do Carrefour, segunda maior rede varejista do mundo, perderam 7,4 por cento depois que a empresa divulgou, no final de quarta-feira, que espera apenas um pequeno crescimento nos lucros de 2008 antes de juro e taxas.

"Os dados econômicos de curto prazo devem continuar bem fracos por um bom tempo, portanto não podemos desconsiderar novas baixas para as ações", disse Kevin Gardiner, chefe da área de estratégia com ações do HSBC Investment Bank.

O Royal Bank of Scotland teve queda de 7,9 por cento e o Credit Agricole perdeu 3 por cento.

O BNP Paribas caiu 3,6 por cento, dando sequência às perdas do dia anterior. O banco informou que estava suspendendo uma parte importante do acordo para comprar alguns negócios do Fortis devido a um empecilho legal.

Entre os papéis que mais se desvalorizaram estiveram os de mineradoras e de produtores de petróleo.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,15 por cento, a 4.330 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,02 por cento, para 4.756 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 se desvalorizou 0,24 por cento, para 3.234 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel subiu 0,82 por cento, a 15.227 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,66 por cento, a 9.257 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve valorização de 0,47 por cento, a 6.274 pontos.

(Reportagem de Blaise Robinson)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG