Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Queda das commodities agrícolas faz IGP-10 recuar para 0,73%

Enquanto a disparada do dólar em outubro puxou para cima a inflação do mês, em novembro a queda dos preços das commodities agrícolas, principalmente da soja, contribuiu para reduzir o resultado do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10). A taxa subiu 0,73%, após ter avançado 0,78% em outubro.

Agência Estado |

Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), os preços agropecuários caíram 0,85%, provocando uma desaceleração no setor atacadista (de 0,98% para 0,81%), de outubro para novembro.

O IGP-10 anunciado ontem, que vai de 11 de outubro a 10 de novembro, acumula altas de 10,24% no ano e de 11,99% em 12 meses. Para o coordenador de Análises Econômicas da fundação, Salomão Quadros, a perda de força dos preços no atacado foi determinante para a taxa menor. Segundo ele, o acirramento da crise dos mercados levou a um recuo nos investimentos em commodities.

Isso acabou puxando para baixo o preço da soja (-2,91%), e de outras commodities, como milho (-5,80%) e café (-2,13%)."Mas o peso da soja é muito maior (no cálculo do IGP-10) e acabou por influenciar mais a desaceleração da inflação no atacado."

Outro fator que ajudou a reduzir o IGP-10 em novembro foi o recuo na alta dos preços siderúrgicos no atacado (de 0,55% para 0,24%), em baixa no mercado internacional.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG