SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) segue operando em território negativo, com as preocupações relacionadas à inflação e o preço das commodities segurando a tomada de posições. Por volta das 16h, o Ibovespa recuava 2,63%, para 59.500 pontos.

  • Acompanhe os mercados ao vivo
  • Bolsas de NY não definem direção; GM sobe 5,21%
  • Estrangeiros retiram R$ 7,4 bi da Bolsa em junho

    Em Wall Street, o pregão já chegou ao fim e permanecerá fechado amanhã, por conta do feriado de 4 de julho. O Dow Jones garantiu fechamento em alta, avançando 0,65%. Já a bolsa eletrônica Nasdaq perdeu 0,27%. Os investidores reagiram positivamente ao dados sobre o mercado de trabalho, que vieram em linha com o esperado, ajudando a afastar preocupação com uma desaceleração mais acentuada da atividade econômica. De acordo com o Departamento de Trabalho, os EUA perderam 62 mil postos de trabalho em junho, e a taxa de desemprego ficou estável em 5,5%.

    No mercado cambial, o dólar mantém a trajetória de alta ante o real. Por volta das 15h35, a moeda 0,50%, para R$ 1,611 na venda.

    Leia também:

  • Vagas de trabalho nos EUA caem pelo 6º mês seguido
  • Barril do Brent bate novo recorde e supera os US$ 146
  • BCE insiste em que atuará para garantir a estabilidade de preços



    Leia mais sobre Bovespa - dólar

    • Leia tudo sobre: bovespa
      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.