Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Pyongyang diz que não abdicaria de poder nuclear devido a EUA

Seul, 17 jan (EFE).- O regime comunista da Coreia do Norte avisou hoje que uma possível normalização de suas relações com os Estados Unidos não envolve necessariamente a entrega de seu poder nuclear, segundo informa a agência sul-coreana de notícias Yonhap.

EFE |

A Chancelaria norte-coreana emite esse comunicado a menos de três dias da posse em Washington de Barack Obama como presidente dos EUA.

Nele, o regime reitera sua atual política e assinala que não entregará suas armas nucleares a menos que se sinta seguro frente à "ameaça nuclear dos EUA".

"A normalização de relações diplomáticas com os EUA e o assunto nuclear são dois temas completamente diferentes, do princípio ao fim", diz o comunicado, de acordo com a "Yonhap".

"Caso se alcance uma normalização de relações" entre Coreia do Norte e EUA, "o status nuclear de nosso país nunca poderia acabar enquanto persista minimamente a ameaça nuclear dos EUA", acrescenta a nota.

O atual processo para a desnuclearização da Coreia do Norte está paralisado por divergências sobre como verificar o estoque nuclear do regime comunista.

Desse processo negociador, que manteve em dezembro sua última reunião em Pequim, participam as duas Coreias, Japão, China, Rússia e EUA. EFE ce/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG