Moscou, 14 nov (EFE) - O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, ligou hoje para a chefe do Governo da Ucrânia, Yulia Timoshenko, para coordenar políticas para enfrentar a crise financeira que atingiu com força as economias dos dois países. Termina o ano e todos vivemos em condições difíceis devido à crise econômica e financeira mundial. Hoje, como nunca antes, devemos coordenar nossas ações, afirmou Putin durante sua reunião com Timoshenko em Chisinau, capital da Moldávia.

Putin, que se reuniu com a premiê ucraniana no marco da cúpula dos países da Comunidade dos Estados Independentes (CEI) - nações da antiga União Soviética -, destacou que "muitas de nossas companhias dependem literalmente umas das outras".

"Precisamos falar de energia, setor metalúrgico e outras esferas.

É preciso ver o que acontece na economia real", ressaltou.

Por sua parte, Timoshenko afirmou que a Ucrânia considera "muito interessante" a experiência russa na hora de combater os efeitos das crises "no setor bancário e também na economia real".

A primeira-ministra ucraniana também expressou sua esperança em que os dois países assinem antes do fim do ano um acordo estratégico para o fornecimento de gás.

Timoshenko defende a eliminação de companhias intermediárias nos fornecimentos do consórcio russo Gazprom à companhia estatal ucraniana Naftogaz Ukrainy.

Além disso, propõe assinar um acordo a longo prazo para evitar os conflitos que surgem ultimamente nas negociações anuais. EFE io/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.