Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Putin e Timoshenko iniciam novo acordo sobre gás

Moscou, 19 jan (EFE).- Os primeiros-ministros da Rússia, Vladimir Putin, e da Ucrânia, Yulia Timoshenko, começaram hoje em Moscou uma reunião para assinar os contratos de fornecimento de gás russo e trânsito pelo território ucraniano.

EFE |

Esses contratos bilaterais devem aplanar o caminho para a pronta retomada das provisões de gás natural à Europa através da Ucrânia.

Caso não surjam imprevistos, Putin e Timoshenko devem assistir, em seguida, à assinatura de uma série de documentos pelas estatais de gás da Rússia, Gazprom, e da Ucrânia, Naftogaz.

Com essa finalidade, já se encontram na capital russa o presidente da Naftogaz, Oleg Dubina, seu adjunto, Igor Didenko, e o ministro da Energia da Ucrânia, Yuri Prodan.

O primeiro-ministro russo pediu hoje à Comissão Europeia assistência para a "formalização jurídica" dos acordos de fornecimento e transporte de gás com a Ucrânia durante negociação com o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso.

Ontem, após dez horas de negociações, Putin e Timoshenko fizeram um acordo verbal para encerrar a disputa sobre o abastecimento e o transporte do gás.

O gás russo que chega à União Europeia através da Ucrânia segue cortado, após 12 dias, apesar do anúncio de acordo sobre os preços de Moscou e Kiev, origem da disputa que deixou vários países europeus sem abastecimentos em pleno inverno. EFE io-egw/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG