Tamanho do texto

Moscou, 20 set (EFE) - O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, ressaltou hoje que o país não desistiu de ingressar na Organização Mundial do Comércio (OMC). Apesar de todos os problemas bem conhecidos por todos, não abandonamos a idéia de ingressar na OMC e estamos dispostos a ampliar ao máximo o diálogo econômico com a União Européia, disse Putin durante uma reunião com representantes dos círculos empresariais russo e francês no balneário de Sochi (Mar Negro). O primeiro-ministro afirmou que a Rússia sempre esteve e estará aberta à mais estreita cooperação internacional, construída sobre o respeito entre os parceiros e os interesses e benefícios comuns, ressaltou, citado pelas agências russas. A secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, colocou em dúvida, no dia 18, que a Rússia vá conseguir entrar na OMC ou na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE). Durante um discurso pronunciado na German Marshall Foundation, Rice advertiu de que a Rússia está se encaminhando ao isolamento e à irrelevância por atos como a invasão da Geórgia em agosto e disse que nem os Estados Unidos nem a Europa podem permitir que o país obtenha nenhum benefício com suas agressões. Putin se reuniu na véspera em Sochi com o primeiro-ministro francês, François Fillon. Ambos presidiram o seminário governamental bilateral franco-russo e mantiveram a tradição de uma reunião anual entre os chefes do Governo dos dois países.

EFE egw/db