Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Punto renova segmento

Se o Punto não conseguiu a vitória na categoria de motores 1.4, sua disputa com outros modelos 1.

Agência Estado |

8 foi quase uma covardia. Lançado no ano passado, o Fiat está com estilo em sintonia com o do Grande Punto, vendido na Europa. Os rivais, o "primo" Palio 1.8R e o Chevrolet Corsa SS, são veteranos que se apóiam no visual com toque de esportividade. Nos três casos, os veículos são os menos vendidos de seus linhas.

Vencedor, o Punto tem modernidade não só no desenho, mas no comportamento dinâmico. Rodando, parece pertencer a uma categoria superior. É um modelo suave e, nas curvas, entrega estabilidade exemplar, ajudada pela direção direta e precisa. Está muitos passos à frente do "primo" Palio e alguns adiante do Corsa.

O acabamento interno é outro ponto alto. Há presença de materiais que aparentam qualidade, além de serem agradáveis ao toque. Em relação ao espaço, a cabine se equivale à do Corsa e supera a do Palio.

Por tudo isso, não se estranha que o Punto custe um pouco mais que seus rivais: R$ 47.160, ante R$ 44.780 do outro 1.8 da Fiat e R$ 45.792 do Chevrolet. O Palio oferece ainda uma versão duas-portas, a R$ 43.140.

O preço extra do Punto inclui também mais segurança. Há itens como vidros laterais laminados e pneus 195/60 com rodas de aço de 15"- de liga leve no Palio e no Corsa (aro 14). E assim como no comportamento, o hatch mais novo da Fiat também se aproxima dos médios no porte.

Seu comprimento é de 4,03 metros, 18 cm a mais que Palio e 21 cm maior em relação ao Corsa. Na largura, o 1,69 m supera em 4 cm Chevrolet e em 5 cm o "colega" de montadora.

No desempenho, não há grandes diferenças, pois o motor é o mesmo para os três - o ruidoso, vibrador e ultrapassado 1.8 8V, de origem GM. Nos modelos da Fiat, a potência é de 115 cv, com álcool. No Chevrolet, o mesmo propulsor rende 1 cv a menos.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG