Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Punto inova no desenho e decepciona na agilidade

Na Europa, o Punto é um dos maiores sucessos da Fiat (lá o carro recebe o nome de Grande Punto). E no Brasil não está sendo diferente.

Agência Estado |

Lançado no ano passado, o carro renovou o segmento e, atualmente, já ocupa a liderança de vendas entre os hatches compactos "premium".

O desenho é seu maior destaque. Com faróis alongados e grade cromada, o Punto não nega a procedência italiana e a semelhança com o Bravo, hatch médio que deve suceder o Stilo até 2010.

Ao contrário do desenho, o desempenho está longe de merecer elogios. Falta força ao motor 1.4 e é preciso pisar fundo do acelerador e ter paciência nas retomadas. O que chama a atenção é que o ponteiro do conta-giros sobe rápido, mas o do velocímetro não.

Detalhes

O interior é tão bem acabado quanto o do Polo, com materiais agradáveis ao toque. No espaço interno, entretanto, o Fiat não foge à classificação de carro compacto, principalmente quando se considera o aperto para os passageiros do banco de trás.

O preço do seguro é maior que o dos rivais, mas o valor da franquia é mais em conta. A mesma companhia cobra R$ 2.115 em caso de sinistro com o C3, R$ 1.725 no Polo e R$ 1.549 no Punto.

A versão ELX é o carro-chefe da linha Punto, de acordo com a Fiat.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG