Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Protecionismo dos EUA pode agravar a crise, avalia presidente Lula

BELÉM - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou proposta de emenda protecionista incluída no pacote de estímulo econômico de mais de US$ 800 bilhões do governo Barack Obama pela qual os Estados Unidos só poderiam utilizar ferro, aço e produtos manufaturados de origem norte-americana nas obras financiadas por esses recursos. Se isso (a inclusão da emenda) é verdade, é um equívoco. O protecionismo neste momento vai agravar a crise, disse Lula hoje, em entrevista coletiva à imprensa.

Agência Estado |

"É importante que os países ricos nunca se esqueçam de que foram eles que inventaram essa tal de globalização e essa história de que o comércio poderia fluir livremente pelo mundo na época em que estavam crescendo e queriam crescer", afirmou o presidente. Acrescentou que "não é justo" que, agora que os países ricos estão em crise, esqueçam o discurso do livre comércio e da globalização "e passem a ser protecionistas como eles nos acusavam".

Sistema financeiro

Lula disse também que apresentará na reunião do G-20, em Londres, no próximo dia 2 de abril, proposta de regulação do sistema financeiro e que espera que os países da Europa e os Estados Unidos apresentem uma solução para o problema da crise.

"Essa crise econômica mundial vai depender dos países ricos, (de) como eles vão tratar do problema. A crise é oriunda dos países ricos, que já entraram em depressão. Os emergentes não entraram em depressão, estão sofrendo uma retração (na economia)", afirmou.

"O que queremos é que a Europa e os Estados Unidos resolvam logo o problema da sua crise para que a gente volte a ver o mundo pobre crescer", acrescentou. Lula disse esperar que o presidente dos EUA, Barack Obama, resolva o problema da crise no seu país.

"Penso que tão preocupado quanto eu, ou mais, está o presidente Obama, que sabe o tamanho do problema que enfrenta. Ele não tem só a crise. Ele tem o Iraque, o Oriente Médio e o Afeganistão." Lula está em Belém participando das reuniões do Fórum Social Mundial. A previsão oficial é de que retorne a Brasília ainda na tarde desta sexta. 

Leia tudo sobre: lula

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG