Paris, 6 nov (EFE).- A construção da primeira linha ferroviária de alta velocidade da Argentina, entre Buenos Aires e Córdoba, provavelmente atrasará por causa das dificuldades de financiamento, afirmou hoje o presidente do grupo francês Alstom, Patrick Kron, que dirige o projeto.

"Não sei se o projeto atrasará ou não. Provavelmente. Mas não sei quanto tempo. Sempre achei que este projeto estava pendente das condições de financiamento", disse Kron, em entrevista coletiva por ocasião da apresentação dos resultados da empresa.

O presidente da Alstom foi perguntado pelo assunto depois que a imprensa publicou há algumas semanas que o início da construção da linha de alta velocidade, cujas obras deveriam começar no final do ano, seria adiado devido aos problemas do banco francês Natixis, atingido pela crise financeira.

Apesar do possível atraso, Kron disse que o projeto será finalmente realizado "quando as condições de financiamento voltarem a ser normais", já que "a necessidade existe".

O presidente da Alstom disse que sua empresa não pode substituir os bancos no financiamento dos projetos que constrói. EFE lmpg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.