A Câmara aprovou ontem, em votação simbólica, o projeto de lei que cria o Regime de Tributação Unificada (RTU) para a importação de mercadorias do Paraguai, por terra. Conhecido como o projeto dos sacoleiros, a proposta cria o RTU com alíquota única de 42,25% , simplificando a cobrança de impostos e contribuições federais incidentes sobre a importação.

O projeto vai agora para a sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para serem beneficiados, os sacoleiros terão de constituir microempresas, cuja receita bruta anual não poderá ultrapassar os R$ 240 mil. Haverá penas para quem descumprir a norma.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.