Tamanho do texto

SÃO PAULO - O pacote de socorro financeiro do governo dos EUA para as financiadoras de hipotecas Fannie Mae e Freddie Mac passou na primeira votação no Congresso americano. A Câmara aprovou o projeto por 272 votos favoráveis e 152 contrários e, agora, a proposta passará pelo crivo do Senado.

Entre os pontos aprovados estão a permissão para que uma agência do governo forneça seguro para até US$ 300 bilhões em hipotecas refinanciadas, e a concessão de poderes ao Tesouro para injetar capital nas duas empresas, por meio da compra de ações e títulos. A Comissão de Orçamento do Congresso estima que o plano custará US$ 25 bilhões em 2009 e 2010.

As iniciativas fazem parte de um esforço para conter a crise que afeta as duas maiores empresas de financiamento imobiliário dos EUA, as quais detêm ou fazem o seguro de cerca de metade dos US$ 12 trilhões do estoque de crédito habitacional. O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, que apresentou o pacote, pediu diversas vezes ao Congresso que desse aval às medidas. Hoje mesmo ele comentou que a aprovação vai mandar uma mensagem muito forte de confiança aos investidores.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.