Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Projeto avalia emissão de gases do efeito estufa na pecuária em MT

São Paulo, 17 - A Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) em parceria com o Fundo de Apoio à Bovinocultura de Corte está realizando há mais de um mês um inventário das emissões de gases do efeito estufa na atividade pecuária no Estado. Segundo a assessoria de imprensa da Acrimat, o inventário está sendo conduzido pela empresa Delta CO2 Sustentabilidade e Responsabilidade Ambiental, com apoio da equipe de pesquisadores do Centro de Energia Nuclear na Agricultura, das Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Cena/Esalq/USP).

Agência Estado |

O objetivo do trabalho é avaliar o volume de CO2 é emitido por quilo de carne produzido em Mato Grosso. "Para isso, será feito um levantamento das emissões de gases do efeito estufa em três unidades de produção pecuária, com níveis tecnológicos contrastantes (alto, médio e baixo níveis), no Mato Grosso, bem como identificar as principais fontes desses gases para atmosfera. O levantamento nas propriedades começa a ser realizado já no início de 2009", diz a assessoria

Segundo os responsáveis pelo projeto, "o setor pecuário no Brasil, quando realizado de forma inadequada, é uma das atividades que emitem maior quantidade de gases efeito estufa ara atmosfera. As emissões destes gases pela pecuária são resultantes de várias fontes como a eructação (arroto) de ruminantes, manejo dos dejetos (fezes e urina), queima de combustíveis fósseis no processo produtivo, uso de fertilizantes e ou corretivos agrícolas, manejo inadequado do solo e ainda fontes indiretas resultantes do desmatamento e queima da vegetação nativa na conversão de áreas sob vegetação nativa em pastagens".

Em seminário realizado na semana passada em Brasília sobre Sustentabilidade na Pecuária de Corte, o professor da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo, Paulo Henrique Mazza Rodrigues, disse que a quantidade de gás metano emitido por quilo de carne bovina produzida no Brasil reduziu pelo menos 30% nos últimos 18 anos. Um dos fatores que contribuíram para essa redução foi a diminuição da idade do abate, de cinco para três anos.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG