Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Professor de finanças pessoais diz que 13º salário deve ser usado para pagar dívidas

O professor de finanças pessoais Francis Robert Hesse participou, nesta sexta-feira, de um bate papo com os internautas do iG durante uma hora para esclarecer qual a melhor maneira de utilizar o 13º salário. Segundo Hesse, a prioridade deve ser pagar dívidas, mas antes, é preciso sempre tentar negociá-las com o banco.

Redação |

 

De acordo com o especialista, as compras devem ser realizadas sempre à vista quando há dinheiro disponível, senão o melhor é aguardar. Outra possibilidade é usar o 13º salário em investimentos. Comprar ações é uma boa alternativa [neste período de crise], mas não se esqueça de que é um investimento para longo prazo, alertou.

Hesse explicou também que, para quem tem dívidas no cartão ou no cheque no especial e também o nome sujo no SPC, a prioridade deve ser limpar o nome. Em geral, os bancos negociam melhor as dívidas com o cartão depois que o seu nome é excluído do SPC, afirmou. Para quem está com o saldo negativo no banco, o economista aconselha a negociar com o gerente para trocar o saldo negativo por um empréstimo pessoal com taxas de juros menores que as do cheque especial.

O momento requer cautela e, segundo Hesse, os financiamentos de carros devem avaliados para que não comprometam a renda mensal da família. Geralmente esse tipo de financiamento já tem alguma taxa de juro embutida que você só vai descobrir negociando o preço à vista, afirmou.

Francis Hesse é economista e administrador de empresas formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, especialista em Private Bank pelo Euromoney Institute of Finance e possui mais de 100 certificações na área de economia. 

Atualmente, trabalha na Planejadores Associados, empresa especializada em planejamento financeiro pessoal, da qual é sócio fundador. Ele também é professor da Profins Business School, em São Paulo.

Leia mais sobre: 13º salário

Leia tudo sobre: 13° salário

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG