Cerca de 10.000 produtores europeus de tabaco se manifestaram nesta quarta-feira, em Bruxelas, para exigir que a União Européia (UE) dê marcha a ré em seu programa de corte dos subsídios para o setor.

Procedentes de vários países da UE, os agricultores desfilaram no centro de Bruxelas para pressionar a Comissão Européia e os Estados membros da UE que mantenham até 2013 o atual sistema de subsídios.

No conjunto da UE, o setor tabacaleiro emprega 100.000 pessoas de forma permanente e 400.000 temporários.

cm-mar/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.