Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Produtores de abacaxi de Guaraçaí-SP vão ganhar certificação

São Paulo - Mais um município na região oeste de São Paulo está se preparando para colher os frutos do Projeto Fruta Paulista, parceria entre o Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf) e o Sebrae-SP, criado para promover e agregar valor às principais frutas produzidas no Estado. Em Guaraçaí, cerca de 25 produtores de abacaxi estão em processo de certificação Global Gap e ainda este ano a maioria deve estar habilitada a exportar a fruta, inclusive para a União Europeia.

Agência Estado |

"O Sebrae já apoiava alguns grupos de produtores e indicou os que estavam mais avançados no processo de certificação para participar do projeto", diz o gerente de Exportação do Ibraf, Maurício Ferraz, que coordena o projeto. "O grupo de Guaraçaí é um deles. É organizado, tem potencial produtivo e o abacaxi é uma fruta que tem mercado para exportação." Fazem parte do projeto, ainda, as frutas: caqui, citros, manga, acerola, figo, uva, frutas de caroço e goiaba.

Conforme Ferraz, o foco do projeto não é apenas certificar as propriedades, mas criar um padrão de qualidade para as frutas. "A ideia é oferecer ao consumidor um produto diferenciado. A certificação é um bônus para o produtor que poderá ter acesso ao mercado externo também."

Um dos problemas de comercialização do abacaxi é a desconfiança do consumidor com relação à qualidade da fruta. Ferraz lembra que uma pesquisa feita pelo Centro de Qualidade de Hortaliças da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) apontou o abacaxi, a uva e o melão como frutas que o consumidor tem mais receio de comprar, "porque não tem certeza da doçura da fruta".

"Se o consumidor compra uma fruta muito ácida, deixa de consumir aquela variedade. Mas é por desconhecimento. Precisamos esclarecer alguns mitos", diz. A variedade havaí, por exemplo, é extremamente doce no verão, mas não é boa para consumo in natura no inverno. Nesta época, os frutos são mais ácidos e escondem a doçura. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo/Agrícola.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG