Tamanho do texto

A produção industrial voltou a cair em dezembro na Eurozona, desta vez 2,6% em relação a novembro, o que representa um retrocesso de 12% em um ano, o maior da história, segundo dados publicados pela agência européia de estatísticas Eurostat.

Os números mostram a maior queda, tanto mensal como anual, da produção industrial desde a criação das estatísticas para a zona euro em 1991.

A Eurozona (atualmente integrada por 16 países da União Europeia) existe desde 1999, mas a Eurostat calculou os dados dos anos anteriores.

O retrocesso registrado em dezembro é superior às expectativas dos economistas, que apostavam em 2,5% mensal e 9% anual.

slb-mar/fp