Projeções de analistas sobre o indicador do IBGE apontam que nível de atividade se acomodará

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga hoje os dados referentes à produção industrial no mês de junho. Segundo as projeções dos economistas, o setor deve registrar uma retração de cerca de 1% no mês.

Em maio houve estabilidade (0,0%), com a produção industrial ficando próxima ao patamar registrado em abril, após ter interrompido uma sequência de resultados positivos iniciada em janeiro deste ano.

Segundo o economista André Perfeito, da Gradual Investimentos, a retração projetada para a produção industrial não representa um resultado ruim. Segundo ele, os números são referentes à produção industrial de junho e por causa da Copa do Mundo houve um número menor de horas trabalhadas no mês. “Como a Copa é um evento que acontece a cada quatro anos, conseguir expurgar seu efeito da série é um procedimento difícil, para não dizer impossível. Mesmo que confirme uma queda de -1%, isto não deve ser lido como desaceleração econômica, mas sim acomodação na atividade”, avalia.

Produção industrial

Dados com ajuste sazonal (%)

Gerando gráfico...
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Apesar da previsão de um resultado negativo no mês de junho, os especialistas avaliam que o setor deve fechar o semestre com um forte resultado, acima de 14%, segundo a média das projeções, na comparação com o mesmo período do ano passado.

No ano, o segmento deve apresentar elevação entre 11% e 12% sobre o desempenho de 2009, quando houve queda de 7,4%, o maior recuo desde 1990. No ano passado, o desempenho da indústria foi afetado pelos efeitos da crise econômica internacional, iniciada em setembro de 2008.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.