Tamanho do texto

A produção industrial dos Estados Unidos caiu 2,8% em setembro, a queda mais acentuada em 34 anos, em conseqüência dos dois furacões que atingiram a costa americana no mês passado e de problemas trabalhistas. Economistas esperavam queda de 0,8%.

A retração registrada em setembro é a maior desde a queda de 3,5% apurada em dezembro de 1974, segundo informações divulgadas hoje pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA). Nos últimos 12 meses até setembro, a produção industrial dos EUA caiu 4,5%.

"O furacão Gustav e o furacão Ike e a greve em uma grande companhia de aviação reduziram severamente a produção", disse o Fed. Os funcionários da Boeing entraram em greve no mês passado.

Em agosto, a produção da indústria foi revisada para queda de 1%, de retração de 1,1% calculada anteriormente.

A utilização da capacidade instalada cedeu para 76,4% em setembro, de 78,7% em agosto - dado não revisado. A média entre 1972 a 2007 é 81%. A previsão para a capacidade instalada era de 78%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.