Rio de Janeiro, 2 ago (EFE).- A produção industrial caiu 1,3% em agosto em relação a julho, o que afetou o índice acumulado nos oito primeiros meses do ano, informou hoje o IBGE.

Segundo a entidade, a produção industrial acumula crescimento de 6% até agosto frente ao mesmo período de 2007, abaixo da expansão de 6,7% nos sete primeiros meses do ano.

Da mesma forma, o crescimento acumulado nos últimos 12 meses caiu para 6,5% em agosto, após ter ficado em 6,9% em julho.

Na comparação com agosto do ano passado, a produção industrial cresceu 2%.

Apesar de o Brasil ter completado 26 meses consecutivos com crescimento industrial na comparação com o mesmo mês do ano passado, a expansão de agosto foi muito inferior à dos meses anteriores.

A produção cresceu 8,8% em julho frente ao mesmo mês de 2007 e 6,6% em junho em relação ao mesmo mês do ano passado.

Segundo os analistas do IBGE, os números de agosto mostram desaceleração do setor que teve no primeiro semestre sua maior expansão nos últimos cinco anos (6,3%).

Dos 27 setores industriais estudados em agosto, 15 registraram produção inferior à de julho, com destaque negativo para outros produtos químicos (-5,5%) e para alimentos (-3,1%).

Esta foi a quarta retração consecutiva na produção de alimentos, que já acumula queda de 6,2% desde maio.

Entre os setores cuja produção cresceu entre julho e agosto, destaque para farmacêutica (4,9%), material eletrônico e equipamentos de comunicações (3,9%) e o de veículos automotores (1%).

Na comparação com agosto do ano passado, 15 das 27 atividades industriais registraram redução na produção.

Entre os setores que aumentaram sua produção na comparação com o mesmo mês de 2007, se destacaram farmacêutica (16,3%), veículos automotores (9,9%) e indústria extrativa (8,6%). EFE cm/wr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.