Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Produção elétrica chinesa sofre maior queda mensal em sete anos

Xangai, 12 dez (EFE).- A produção energética da China caiu 7,1% em novembro, sua maior baixa mensal em mais de sete anos, devido ao fechamento de fábricas, sobretudo no sul do país, pela redução de suas exportações como efeito da crise financeira, informa hoje a imprensa oficial.

EFE |

Segundo disse recentemente à Agência Efe um porta-voz da Rede Estatal Elétrica, é normal que em todos os anos, entre setembro e outubro, aconteça uma queda na demanda de energia no país e, por conseqüência, na oferta, mas nesta ocasião os dados preliminares da companhia refletem o impacto da crise.

O jornal "Shanghai Daily" informa hoje que em novembro a produção elétrica chinesa caiu, pelo segundo mês consecutivo, aos 252,6 bilhões de quilowatts/hora.

Esta é a maior queda mensal desde janeiro de 2001, e coincide com a primeira baixa nas exportações do gigante asiático também em sete anos.

Em outubro, a provisão de energia na China tinha caído pela primeira vez desde março de 2005, aos 264,6 bilhões de quilowatts/hora, uma baixa de 4% em comparação com outubro de 2007.

O gigante asiático já espera que o crescimento de seu consumo elétrico caia entre 4% e 8% em 2009, pelo arrefecimento da economia nacional, assinalou em novembro Shan Baoguo, pesquisador chefe da Rede Estatal Elétrica. EFE jad/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG