São Paulo, 7 abr (EFE).- A indústria automotiva do país registrou no primeiro trimestre do ano um recorde de produção e vendas, segundo os números divulgados hoje pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

São Paulo, 7 abr (EFE).- A indústria automotiva do país registrou no primeiro trimestre do ano um recorde de produção e vendas, segundo os números divulgados hoje pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). A patronal informou que a produção entre janeiro e março foi de 826.669 unidades, 24,4% maior que no primeiro trimestre de 2009 e um recorde para o período. Em março foram produzidas 330.980 unidades, 20,3% mais que no mesmo mês de 2009. O presidente da Anfavea, Jackson Schneider, explicou que o resultado positivo foi consequência do aumento da demanda, já que em março terminou a redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI). As vendas do trimestre também alcançaram um recorde ao somarem 788.007 veículos, 17,9% mais que nos três primeiros meses do ano passado. Em março foram vendidas 353.738 unidades, o que representa um aumento de 30,3% frente ao mesmo mês de 2009. Segundo Schneider, os resultados serão difíceis de superar porque foram obtidos numa conjuntura tributária muito propícia para o mercado. Schneider indicou também que o aumento do preço do aço e a implantação, a partir de agosto próximo, de um sistema obrigatório de rastreamento e bloqueio de veículos, serviço cuja ativação será opcional para o consumidor, podem levar a um aumento dos preços. Quanto às exportações do primeiro trimestre, o presidente da Anfavea disse que atingiram US$ 2,596 bilhões, 58,8% acima dos valores do mesmo período de 2009. No fechamento de março, o setor tinha 127.764 postos de trabalho formais, o que representa um aumento de 0,8% sobre fevereiro e de 4,7% sobre o mesmo mês do ano passado. EFE wgm/rr
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.