Tamanho do texto

MOSCOU (Reuters) - A produção de petróleo na Rússia caiu cerca de 1 por cento em 2008, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira, configurando a primeira queda anual em uma década, após grandes aumentos em relação a anos anteriores. A queda deve continuar por causa do envelhecimento das áreas de produção e também devido ao declínio nos preços do petróleo, combinados com pesadas taxações que deixam os investidores com menos recursos para manter a produção e abrir novos campos.

O Ministério de Energia informou que a produção de petróleo e gás condensado caiu em dezembro 1,6 por cento, na comparação mensal, para 9,66 milhões de barris por dia, trazendo a média anual para 9,78 milhões de bpd.

O dado anual é 0,9 por cento mais baixo, em bases diárias, do que a produção da Rússia registrada em 2007, que ficou em 9,87 milhões de barris por dia.

Analistas acreditam que a produção só vai se recuperar na Rússia, um dos maiores exportadores do mundo, na próxima década, depois da abertura de grandes reservas na Sibéria oriental, rica em recursos mas carente de infraestrutura.

Em 2007, a produção subiu 2,3 por cento em relação a 2006.

(Reportagem de Maria Kiselyova)