As siderúrgicas brasileiras produziram 19,233 milhões de toneladas nos sete primeiros meses deste ano

A produção brasileira de aço bruto alcançou 2,852 milhões de toneladas em julho, marcando um crescimento de 14,3% em relação ao volume produzido no mesmo mês do ano passado (2,495 milhões de toneladas).

O montante ficou praticamente no mesmo nível da produção de aço em junho, que somou 2,850 milhões de toneladas, informou hoje o Instituto Aço Brasil (IABr). Segundo o balanço, as siderúrgicas brasileiras produziram 19,233 milhões de toneladas nos sete primeiros meses deste ano, 47,3% acima do volume de igual período de 2009 (13,061 milhões de toneladas).

Só em julho, a produção de aços laminados somou 2,445 milhões de toneladas, com alta de 28,6% na comparação anual. Do total, a laminação de aços planos subiu 26,1%, para 1,456 milhão de toneladas, enquanto a de longos avançou 32,4%, chegando a 988,1 mil toneladas no mês passado. O balanço mostra também que as exportações das siderúrgicas brasileiras tiveram contração de 27,4%, ainda na comparação anual, para 566,5 mil toneladas.

Por outro lado, as vendas domésticas compensaram o recuo nas exportações, registrando aumento de 31,3%, para 1,869 milhão de toneladas, entre produtos laminados e semiacabados. De acordo com o IABr, as importações de aço no Brasil alcançaram 532,8 mil toneladas em julho, quase três vezes acima das 193,9 mil toneladas de um ano antes.

Foi o segundo maior volume de importações no ano, atrás apenas das 573 mil toneladas de março. Por fim, a entidade informou que o consumo no país de produtos siderúrgicos em julho foi de 2,4 de milhões de toneladas, 48,3% acima de julho de 2009, quando o setor ainda iniciava uma recuperação, após a fase mais crítica da crise financeira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.