Tamanho do texto

Viena, 19 - A produção anual de etanol do Brasil deve mais que dobrar em relação aos níveis de 2008 para 64 bilhões de litros em 2017, afirmou hoje o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, durante o 4º seminário internacional da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), realizado em Viena. Segundo ele, em 2008 a produção foi de 25 bilhões de litros.

Em 2017, o Brasil poderá exportar 8 bilhões de litros de etanol, enquanto o restante da produção deve ser voltado ao mercado doméstico. Lobão defendeu a indústria brasileira de etanol contra o argumento de que os biocombustíveis colocam em perigo a segurança alimentar no mundo e prejudicam o meio ambiente, e afirmou que o setor está criando milhões de empregos no País. "Ninguém deveria nos dar lição sobre como preservar o meio ambiente", disse ele. Apesar da expansão da indústria brasileira de biocombustível, o petróleo continuará sendo "a principal locomotiva da energia no mundo", acrescentou. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.