Nova York, 30 jan (EFE).- A companhia americana Procter & Gamble informou hoje que durante a primeira metade de seu ano fiscal (julho-dezembro) lucrou US$ 8,352 bilhões de dólares, US$ 2,77 dólares por ação, o que significa um aumento de 32% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Somente durante o segundo trimestre fiscal (outubro-dezembro), o maior fabricante do mundo de produtos de higiene pessoal e consumo lucrou US$ 5,004 bilhões (US$ 1,58 por ação), ganhando 53% a mais do que no mesmo período de 2007.

Os lucros da firma foram em parte impulsionados pela venda à JM Smucker de seu negócio de café Folgers por cerca de US$ 3 bilhões.

Essa venda de um dos grupos cafeicultores líderes nos Estados Unidos, fechada durante o último trimestre, deu à Procter & Gamble US$ 0,63 dos US$ 1,58 por ação ganhos nesse período.

As vendas da companhia cresceram 3% durante o primeiro semestre fiscal, chegando a US$ 41,95 bilhões, enquanto a receita obtida somente no segundo trimestre (coincidindo com uma forte piora das condições econômicas e certa recuperação do dólar) caiu 3% ficando em US$ 20,368 bilhões. EFE mgl/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.